Submissão de Trabalhos para o Seminário “Conhecer a Ásia”

O Instituto de Estudos da Ásia lança a chamada para a submissão de trabalhos de participação em GT.
O Seminário será realizado nos dias 16 a 18 de Setembro. 

Os temas serão:
  1. Metrópoles, Cidades e Regiões (Prof. Bertrand Cozic)
  2.  História e Ásia (Profa. Chistine Dabat)
  3.  Geografia e Inovação (Profa. Ana Cristina)
  4.  Política e Relações Internacionais (Prof. Marcos Costa Lima)

[Seminario] Modelo para submissão de trabalhos

Os candidatos devem preencher o formulário clicando aqui e enviar seus trabalhos para o e-mail  ieasia.ufpe@gmail.com com o assunto [EVENTO]NOME_NOMEDOGT

Todos os interessados devem enviar o resumo expandido até o dia 31 de Julho

Mais informações em breve.

Anúncios

Livro “Política Internacional Comparada: O Brasil e a Índia nas novas relações Sul-Sul”

Livro organizado pelo professor Marcos Costa Lima do Departamento de Ciência Política (UFPE) e coordenador do IEASIAApresentação1

Resumo

A ideia central deste livro é estimular, no campo da política internacional comparada, o conhecimento sistemático sobre o envolvimento de países intermediários, como o Brasil e a Índia, em temas como a inserção internacional, o melhor posicionamento perante as negociações comerciais, a segurança internacional e regional e as políticas de desenvolvimento para superação de sua condição periférica. Nas sociedades que lideram o processo de globalização, o aparato científico e tecnológico vem a se constituir como um dos fundamentos da legitimação do Estado, que se baseia fortemente na racionalidade técnica para manutenção do sistema social. Esta mesma racionalidade pressupõe um processo de geração de conhecimento passível de apropriação legal e econômica, que requer um planejamento sofisticado e políticas públicas que o gerenciem e controlem. Desta forma, esta reunião de estudos busca mostrar que nas economias de mercado periféricas, a opção por novas tecnologias desenvolvidas pelas empresas não coincide necessariamente com os objetivos e prioridades dos Estados.