Programação | XI COLÓQUIO INTERNACIONAL EM ECONOMIA POLÍTICA DOS SISTEMAS-MUNDO

Ocorrerá nos dias 28 a 30 de agosto, na UnB, o XI Colóquio Internacional em Economia Política dos Sistemas-Mundo, com a temática “Metamorfoses no Mundo do Trabalho e as Periferias: Desconexão Forçada?”. Um dos convidados é o Coordenador do IEASIA, o Prof. Dr. Marcos Costa Lima, compondo a mesa 2, com a temática “Elementos Analíticos para a Compreensão da Crise Sistêmica do Capitalismo: a Economia-Política, Ecologia e os valores”, no dia 28 de agosto. Segue em anexo a programação definitiva do evento, para os interessados.

 

Programação XI Colóquio dos Sistemas Mundo 2017 final 11 8 2017

Notícia | UFPE inscreve para curso de mandarim em parceria com Instituto Confúcio

 

Foto: Divulgação

Prof. Marcos Costa Lima com diretores do Instituto Confúcio

Os interessados devem se escrever pelo e-mail institutoconfucio@upe.br e as aulas começam no dia 14. “Essa parceria é muito importante para a UFPE, pois temos muitos alunos interessados”, explica o coordenador de Instituto de Estudos da Ásia, professor Marcos Costa Lima. Ele destacou também que o instituto está começando a estabelecer convênios com universidades chinesas e que o curso pode abrir portas para estudantes interessados em realizar intercâmbios.

Mais informações
Instituto de Estudos da Ásia
ieasia.ufpe@gmail.com

 

Fonte: ASCOM

Tese faz comparação entre políticas industriais recentes do Brasil e da China

 

Considerando a indústria como setor mais dinâmico da economia e o estado como agente indutor do desenvolvimento econômico, esta tese trata da questão da política industrial no Brasil e na China, tendo como aparato metodológico o artifício da comparação entre as duas experiências. Observadas as diversas teorias que fornecem prescrições sobre política industrial, entende-se que é necessário avaliar não apenas o desenho da política per si, mas também o ambiente político-institucional e político-social em que ela é lançada. O trabalho se propõe, portanto, a analisar as seguintes hipóteses: (i) ocorre, no caso brasileiro, uma deficiência no arranjo político-social, que impede que política industrial seja revertida em ganhos concretos; (ii) haveria, no Brasil, poucas ramificações e canais a partir da política industrial, que deveria ser mais descentralizada e articulada; (iii) derivada desta última, entende-se que comparada à experiência chinesa, a política industrial brasileira seria menos exitosa por conta de um descolamento entre a política industrial e um projeto de desenvolvimento mais amplo e, finalmente, (iv) o ambiente político-institucional no qual a política industrial é lançada seria determinante para seu sucesso ou fracasso. Compreendendo que a reprimarização da pauta de exportações brasileira é uma realidade concreta, efeito do processo de ascensão da China nas últimas décadas, é relevante identificar a efetividade e as falhas da política industrial recente, a qual tem se mostrado incapaz de reverter o movimento de redução da participação do setor industrial no PIB. No caso específico brasileiro, parece haver um entrave pelo entrelaçamento entre o poder econômico e o poder político, os quais têm produzido ciclos perversos ao desenvolvimento. Destaque-se, ainda, que ocorre, no país latino-americano, uma trajetória cíclica, de crescimento fragmentado, destruído por descontinuidades políticas e conflitos de classe de grandes dimensões. Para a China, observa-se relativa continuidade, certa linearidade de seu projeto de desenvolvimento, onde se consegue reverter políticas em ganhos para a sociedade, estabelecendo uma relação de longa data. O trabalho está dividido em quatro capítulos, sendo o primeiro teórico, dois capítulos sobre política industrial no Brasil e na China e uma conclusão.

Notícia | UFPE e Universidade de Wuhan firmam acordo de cooperação acadêmica


 


Convênio fortalece cooperação entre instituições

Na ocasião, Costa Lima também participou de seminário na Universidade de Hubei, que acaba de criar o seu Instituto de América Latina. “Esta Universidade declarou interesse de estabelecer convênio com a UFPE e a tramitação do processo deve se concretizar até setembro ou outubro deste ano”, adianta o professor.

O representante da UFPE esteve também em Beijing para participar do VI Foro Acadêmico de Alto Nível China-Latino-América & Conferência Acadêmica da Associação Chinesa de Estudos Latino-Americanos, onde apresentou trabalho. Este foro foi organizado pelo Chinese Academy of Social Sciences – Institute of Latin American Studies (CASS). Segundo Costa Lima, “cresce na UFPE o interesse pelos estudos da China e, já em agosto, o Instituto de Estudos da Ásia inaugurará o 1º curso de mandarim na UFPE”

Seminário | RESULTADOS: Resumos selecionados

Logo.jpg

Aqui estão os resultados dos resumos selecionados para apresentação durante o I Seminário Nordestino de Estudos da Ásia.

Alguns resumos foram transferidos para GT’s diferentes. A decisão foi tomada por um grupo de pesquisadores da comissão organizadora para melhor balancear o número de apresentações em cada GT.

AUTORES TÍTULO DO ARTIGO GRUPO DE TRABALHO
Aline de Gomes Albuquerque Cultura, Gênero e Juventude
Angelica Alencar Between two paradises: impressions of Brazil and Japan in the chronicles of their 16th century visitors História e Pensamento Oriental
Anne Katharine da Silva Crescimento econômico guiado pela industrialização e exportação: a influência do modelo japonês de desenvolvimento sobre o sudeste asiático Economia Política Internacional
Antônio Carlos Matias da Silva Política Externa
Antônio César de Holanda Santos Juventude rural e políticas públicas no Brasil: silenciamento e opressão Cultura, Gênero e Juventude
Bárbara Pontes Autran Política externa chinesa: assertividade na construção do poder marítimo? Análise da iniciativa da Rota Marinha da Seda do Século XXI Política Externa
Bruna Leal Barcellos Os impactos das políticas públicas domésticas em atores externos – Uma análise da Abenomics e seu impacto sobre a China e Coréia do Sul Economia Política Internacional
Bruno Pontes Motta A reforma da língua na China do quatro de maio (1915-1925) História e Pensamento Oriental
Carolayne Kelley Gonçalves, Francisco Mateus Amaro da Silva e José de Ribamar Lourenço de Sousa Sobrinho Política Externa
Carolina Maria Monteiro Paiva, Marcello da Cruz Fidelis e Tatiana Ninoska Cavalcante Melara O papel estratégico chinês na economia do Brasil durante o período de 2003 e 2016 Política Externa
Carolina Monteiro As mulheres de conforto coreanas História e Pensamento Oriental
David Beltrão Simons Tavares de Albuquerque e Rafael Cacau Botelho Política cooperativa brasileira e chinesa na perspectiva comparada em Moçambique no Século XXI: uma análise neoinstitucionalista Política Externa
Elizabeth Baptista de Lacerda Arte e propaganda ideológica na Revolução Cultural: o exemplo da obra “A moça do cabelo branco” História e Pensamento Oriental
Henrique Zeferino de Menezes China, de país imitador a economia inovadora? Uma análise a partir dos dados de patenteamento Economia Política Internacional
Henrique Zeferino de Menezes e Pedro Henrique Mota de Carvalho Economia Política Internacional
Ítalo Rodrigues Pereira e Gustavo Henrique Alves de Oliveira Ásia latina: uma análise multidimensional de internacionalização de empresas sul-coreanas na América Latina e o caso Kia-México Política Externa
Jéssica do Nascimento Silva e Keise Barbosa da Silva Cultura, Gênero e Juventude
Jéssica Kelly Jeremias da Silva Mar do Sul da China e o neorrealismo ofensivo: uma análise comportamental Segurança Internacional
Joana Lourenço de Carvalho O impacto do aumento dos gastos militares chineses sobre a doutrina militar de Taiwan Segurança Internacional
João Marcos Justo Lins O papel do Japão na política militar mundial no século XXI Segurança Internacional
Jones Manoel da Silva e Victória Hissa Hirosue Sonnenberg Neoliberalismo com características chinesas? Notas sobre a estratégia de desenvolvimento chinês Economia Política Internacional
Juliano Cesar Shishido Góes Segurança Internacional
Laís Campos Reis História e Pensamento Oriental
Laura Cristina Feindt Urrejola Silveira Os laços e traçados da China no Brasil. A relevância do Brasil no plano de conexão global chinês Espaço Território e Meio Ambiente
Leandro Nascimento de Souza e Victor Vinícius Costa de Mesquita Entre a cruz e os anacletos: Conflitos ideológicos entre o confucionismo e cristianismo no Shogunato Tokugawa, Japão entre 1603 e 1639 História e Pensamento Oriental
Leonardo Henrique dos Santos Silva e Thiago Souto Maior Ferraz de Oliveira A marcha de Kublai e o estabelecimento da dinastia Yuan na China História e Pensamento Oriental
Luiz Paulo Guerra Alves de Souza e Rosângela Maria da Silva Cultura, Gênero e Juventude
Marcos Henrique Bãdãrão Júnio e Maria Eduarda Santana da Costa O K-pop e seu índice de fomentação cultural no IFPE Cultura, Gênero e Juventude
Maria do Carmo Oliveira da Silva Neta “Ela fez isso para apoiar a adesão ao jovem príncipe”: participação feminina no poder durante o período Heian História e Pensamento Oriental
Maria Eduarda Buonafina Franco Dourado Rússia após a chegada de Vladimir Putin ao poder Segurança Internacional
Maria Gabriela Peixoto Alves Santos Espaço Território e Meio Ambiente
Mariana Brito da Fonseca e Ana Paula de Andrade Silva Economia Política Internacional
Mariana Ribeiro do Nascimento Curdistão: a questão ainda sem solução Segurança Internacional
Mateus Nascimento A importância da missão Iwakura (1871/73) na construção do Japão Meiji (1868-1912) História e Pensamento Oriental
Matheus Severo Ramos Espaço Território e Meio Ambiente
Mayara Ranney Silva O impacto da China nas transformações da Ásia: A ASEAN em via dupla do desenvolvimento Economia Política Internacional
Paulo Roberto Tadeu Menechelli Filho Diplomacia cultural chinesa: elementos de uma estratégia cultural Cultura, Gênero e Juventude
Rafael Vilaça Epifani Costa O partido para a realização da felicidade: articulações do braço político de uma nova religião japonesa História e Pensamento Oriental
Rafaela Rodrigues dos Santos A feminilidade proveniente da dor: uma análise acerca da origem, da propagação e das razões sobre a atadura dos pés Cultura, Gênero e Juventude
Renan Cabral Trabalho, sustentabilidade do desenvolvimento contemporâneo: Brasil, China e a questão energética Espaço Território e Meio Ambiente
Renan Holanda Montenegro O que explica a participação da China em operações de paz? Segurança Internacional
Roberta Gracyelle De Lima Ferreira Jovens infratores e subalternidade Cultura, Gênero e Juventude
Rodolfo Marinho Green Cultura, Gênero e Juventude
Roseane Amorim da Silva Vivências da juventude quilombola: uma análise a partir dos estudos subalternos e pós-coloniais Cultura, Gênero e Juventude
Uallace Moreira Lima e Marcelo Xavier do Nascimento Economia Política Internacional
Victória Gomes Pereira de Almeida Diplomacia pública chinesa para o sudeste asiático no século XXI Política Externa
Vivian Muniz Capistrano da Costa O crescimento dos emergentes: a importância das relações político-econômicas entre Brasil e China dentro do sistema internacional Política Externa